JUNTE-SE A MAIS DE 15.000 ESTRELAS DA VOZ​Cadastre-se já e receba conteúdos exclusivos e com prioridade​

“Como eu posso melhorar meu timbre”? 🤔

“Qual exercício (ou quais exercícios) devo usar pra conseguir ampliar minha extensão vocal”? 🤔

“É possível que eu cante bem mesmo sem ter nenhuma experiência com canto”? 🤔

“Como posso aprender a controlar a minha voz de uma vez por todas”? 🤔

Essas e outras questões fazem parte do nosso dia-a-dia como Voice Coaches.

Com essa história de internet nós recebemos todos os dias — não é brincadeira, é todos os dias mesmo — perguntas assim.

De futuros cantores profissionais a funcionários públicos que cantam por hobby, todos querem conhecer um caminho seguro, preciso e rápido pra aprimorarem suas vozes e ganharem mais confiança pra cantar.

Por isso estou escrevendo um pouco mais sobre como aprender a cantar bem.

Mas antes de seguir…

Será que todo mundo pode aprender a cantar bem?

A resposta é: SIM! 🙌

Isso quer dizer que todos serão estrelas mega famosas como Beyoncé, Michael Jackson dentre outros? É claro que não.

Muitas pessoas nem querem isso, na verdade. E tá tudo bem! 👍

Mas o prazer de cantar a plenos pulmões sabendo, que estamos fazendo algo bom e tocando as pessoas é a maior recompensa que podemos ter como cantores. 😍

Alguns levarão mais tempo, outros menos, mas o mais importante é que ninguém abandone o sonho de cantar e que todo mundo se proponha a trilhar uma trajetória de desenvolvimento vocal e artístico.

O Maior Desafio para Aprender Canto

Responde pra mim uma coisa aqui: qual o instrumento de pianistas? 🎹

E qual o instrumento de guitarristas? 🎸

E de bateristas? 🥁

E de vocalistas/cantores?

O microfone? 🎤

Não. Isso é só um equipamento.

A voz?

Se você falou “a voz” pense um pouco mais.

Veja bem: o instrumento de pianistas é o piano e não o som que sai dele.

O instrumento de guitarristas é a guitarra e não o som que ela gera.

A voz também é o som que é resultado de um instrumento muito complexo.

O SEU instrumento como cantor ou cantora é: VOCÊ MESMO ou VOCÊ MESMA!

E um grande problema ligado a isso é que nosso instrumento está todo dentro da gente.

Como mexer nele se não podemos tocá-lo por completo?

Como entendê-lo, se não podemos ver o que acontece a cada momento?

Talvez esse seja o maior desafio de quem se propõe a aprender canto e técnica vocal: entender um instrumento que não vemos e não tocamos, apenas sentimos e ouvimos.

Além disso, nosso instrumento é afetado pelas nossas emoções e maneira como pensamos o canto. Se o seu instrumento é você mesmo, então é fácil de entender que a maneira como pensamos o canto vai afetar diretamente a maneira como praticamos o canto, não é verdade?

E pra ajudar você nessa missão difícil, mas prazerosa, que é aprender a cantar — ou a dominar sua voz — eu quero apresentar alguns aspectos fundamentais pra potencializar o seu aprendizado do canto e da técnica vocal.

Os 6 Aspectos Fundamentais para Aprender a Cantar Bem

Ao longo dos anos, cruzando informações que obtive nos meus estudos e também toda minha experiência tanto como cantor quanto como Voice Coach, pude perceber algumas coisinhas que podem tanto atrapalhar quanto potencializar o seu aprendizado.

Entenda esses conceitos chave pra libertar ainda mais o seu potencial vocal. 💪

(Eu preparei também um vídeo no qual explico pra você sobre esses 6 aspectos. Assista ele mas não deixe de ler o texto a seguir pois tem informações extras 😉).

Expectativas Vocais

Você passou sua vida ouvindo pessoas cantando ao seu redor. Dentre tantas vozes algumas cativaram você, creio eu.

É quase inevitável que essas vozes tenham influenciado o seu gosto e sua preferência por um ou outro timbre.

Além do timbre tem também outras características que podem ter chamado sua atenção, tais como:

  • Controle/Domínio Vocal;
  • Extensão Vocal;
  • Agudos;
  • Afinação;
  • Ornamentos e Efeitos.

Todas essas características chamam nossa atenção e definem o que é cantar bem pra nós.

Por falar nisso, a Luiza escreveu um artigo sobre “o que é preciso pra cantar bem” e você pode ler ele AQUI MESMO.

Mas você já parou pra pensar que o instrumento desse cantor ou dessa cantora que você gosta pode ser bem diferente do seu?

Em alguns casos é como se a voz de seu ídolo fosse um saxofone tenor e a sua voz um clarinete. Ou o contrário.

O fato é que se nós mesmos somos nossos instrumentos, como é possível basear a maneira como eu vou soar na maneira como soa o instrumento de outra pessoa?

Já pensou que não dá? Pois é. Não dá mesmo.

Eu diria que isso é um suicídio vocal (e artístico).

Não que você não possa querer ter características vocais como seu ídolo. Você pode ter de tudo na sua voz: drives (distorções vocais), melismas, potência, vibrato e muito mais. O que você nunca poderá ser é outra pessoa.

Parece uma má notícia eu dizer que você não tem como soar igual seu ídolo? Pare pra pensar um pouco mais então.

Nossa voz é tão especial que muita gente estuda a fundo pra poder criar dispositivos de reconhecimento vocal. E sabe por quê? Porque nossa voz é como uma impressão digital. É muito difícil de se ter algo igual a ela.

Então limpe suas expectativas vocais baseadas em outras vozes e inicie uma trajetória de descoberta vocal, de descoberta do seu instrumento. Assim você vai oferecer ao mundo aquilo que só você pode dar: a SUA voz!

Perfis de Aprendizado

Tem pessoas que aprendem melhor lendo. Outras escutando. Tem também aquelas que só aprendem se fizerem alguma atividade mais prática.

Quando falo sobre isso eu estou falando de diferentes maneiras de percebermos o mundo a nossa volta.

Algumas pessoas são mais VISUAIS. No aprendizado do canto essas pessoas tendem a criar imagens mentais para gerar uma compreensão maior do ato de cantar.

Outras pessoas são mais AUDITIVAS e se guiam mais pelos sons que são ouvidos.

E tem também as pessoas mais CINESTÉSICAS, que usam as sensações como âncoras mais eficazes.

Compreender qual o seu perfil de aprendizado é fundamental para que você possa dar os estímulos necessários para a compreensão do seu instrumento.

Eliminar Tensões Vocais

Invariavelmente quando nós nos baseamos em outros instrumentos pra formar aquilo que é a nossa identidade vocal, acabamos por permitir que apareçam algumas tensões desnecessárias no nosso aparelho fonador.

Seja uma laringe mais alta, uma língua um pouco mais dura ou uma abertura de boca insuficiente, existem tendências que todos nós carregamos e que impõem limitações na hora de explorarmos nosso instrumento ao máximo.

Através de exercícios vocais específicos para cada etapa do seu desenvolvimento é que você eliminará essas tensões e conhecerá o funcionamento pleno da sua voz.

Repetição e Paciência

Você já viu alguém correr uma maratona sem nunca ter corrido nem 5 quilômetros antes? Imagino que não.

E você também nunca deve ter visto uma pessoa que, vinda do absoluto zero em corrida, acordou, disse “Vou correr 42 quilômetros hoje” e correu.

Pra chegar ao nível de correr uma maratona, muita coisa precisou acontecer e muitas etapas foram cumpridas.

Treinos diários (ou quase que diários, pelo menos) além de uma progressão no desempenho. Primeiro 3 quilômetros; depois 5; depois 10; depois 20 e assim por diante até chegar à marca de 42 quilômetros.

E esses treinos nada mais são do que REPETIÇÃO!

E a PACIÊNCIA entra onde?

Bem… ninguém dorme sedentário e acorda maratonista, não é?

E por que isso aconteceria com quem quer ser cantor ou cantora? 😉

Foco

Além da prática de exercícios, de treinos consistentes e direcionados, é preciso ter atenção durante o processo de execução do que quer que estejamos treinando.

Esse foco é essencial para nosso processo de aprendizagem vocal. É ele que possibilitará que percebamos todas as nuances da nossa emissão para que a gente entenda como que será o nosso controle vocal definitivo!

E talvez você pergunte: “Mas Fernando… eu não posso vocalizar enquanto dirijo”?

Eu respondo: claro que pode! E isso vai te trazer benefícios, com certeza. Mas você terá muito mais resultados e velocidade se você aplicar FOCO na sua prática!

(E se vocalizar enquanto dirige, POR FAVOR mantenha o foco na estrada, ok)?

Auto Conhecimento Vocal

Lembra que eu falei que nosso instrumento somos nós mesmos? Pois então.

Se nós fôssemos aprender violão, uma das primeiras aulas serviria para entendermos o instrumento. O que cada parte faz? Como eu lido com elas?

No canto é a mesma coisa, mas de uma maneira diferente.

Uma vez que só conseguimos saber como nosso instrumento funciona através de vídeos ou ilustrações, como criar essa compreensão do funcionamento da voz?

Por isso esse é um aspecto fundamental: Auto Conhecimento Vocal.

Quando falo sobre isso eu quero dizer que é preciso que nós estejamos muito íntimos, NA PRÁTICA, da nossa própria voz e do fenômeno de emissão vocal.

Ou seja: pra aprender mais sobre meu instrumento eu preciso EXPERIMENTAR coisas nele. Viver essas experiências, pensar e refletir sobre elas é o que fará com que você conheça de verdade como sua voz funciona (ao invés de ficar apenas decorando nomes e funções de músculos).

Uma Trajetória Vocal de Sucesso

Meu recado pra você que quer aprender a cantar e pra você que já canta mas quer dominar a sua voz de uma vez é:

— Permita-se entender sua voz e a aceitá-la.

Isso não é um papo pra desencorajar você e dizer que você não conseguirá tudo que quer pra ela.

Você pode aprimorar seu timbre, aumentar a sua potência vocal, sua extensão vocal útil e seu controle vocal. Você pode ter distorções vocais (se quiser) e poderá treinar melismas, vibratos e muitos outros ornamentos pra embelezar seu canto.

Apenas lembre-se que uma trajetória vocal de sucesso é aquela que busca um aprimoramento pra aquilo que só você pode oferecer: sua voz e sua emoção!

Não permita que comparações estraguem seu sonho de cantar a plenos pulmões. Dê uma chance à sua descoberta vocal e você perceberá como esse é um caminho de muitos aprendizados valiosos e muita alegria.

E pra finalizar quero dizer que se você ainda acredita que canto é apenas para quem tem o dom, eu digo: OK! Tudo bem. Eu até aceito que cantar é apenas para quem tem o dom. Mas com um porém: TODOS nascemos com ele.

Um abraço, #descubra sua voz e vamos com tudooooooooo!

CONHEÇA NOSSOS CURSOS

Oferecemos Aulas de Canto Presenciais e Online, Cursos e Treinamentos para Iniciantes, Amadores, Profissionais e Professores de Canto. Uma escola completa para você!

Fernando Zimmermann

Co-fundador do Full Voice Studios e Voice Coach de cantores do Brasil e do mundo, Fernando ajuda cantores e cantoras de todos os estilos a desenvolverem não apenas o máximo potencial vocal, mas também a plenitude artística e pessoal.
>